Você está visualizando atualmente BDSM: como estabelecer limites e segurança

Antes, visto como algo puramente funcional, relacionado apenas a procriação, o sexo tem gradualmente se transformado em um aspecto vital da expressão humana, intimidade, prazer e amor.

Em meio às alterações dessa perspectiva, há uma inserção de técnicas de prazer mais aprofundadas, como o BDSM, que entrelaça o sexo, poder e consenso de maneira mais íntima e intensa.

Porém, é fundamental entender que a prática do BDSM implica em uma exploração consciente e consensual, em que os limites e a segurança dos envolvidos são prioridade.

Conhecer seu próprio corpo, entender e expressar seus limites e respeitar os limites do parceiro são elementos vitais para evitar possíveis problemas ou situações perigosas.

Nesse sentido, saber compreender os limites e a segurança necessária para a prática do BDSM é indispensável, sendo exatamente o tema a ser debatido aqui hoje.

Entendendo limites e segurança no BDSM

A prática do BDSM se baseia em quatro princípios básicos: saneamento, segurança, consensualidade e não maleficência.

Significa que todas as atividades devem ser sãs, seguras, baseadas no consentimento e sem a intenção de prejudicar.

As partes envolvidas devem discutir claramente os limites físicos e emocionais, além das possíveis consequências dos atos praticados.

O uso de palavras de segurança (‘safe words’) para interromper o jogo a qualquer momento é também uma prática fundamental.

Um exemplo clássico, referência da franquia de filmes Cinquenta Tons de Cinza, é usar a palavra “vermelho”, como forma de sinalizar o momento para interromper o que esteja sendo feito.

Da mesma forma, é também muito importante que toda atividade seja embasada em confiança, comunicação clara, consentimento informado e respeito aos limites individuais.

O que é BDSM e como praticar de forma prazerosa e segura | Blog Hope  Underwear

Estabelecendo limites com seu parceiro

Estabelecer limites com seu parceiro é fundamental ao praticar o BDSM, um passo essencial para garantir que ambos estejam na mesma página e respeitem a segurança e o conforto um do outro.

Isso pode envolver discussões abertas e honestas sobre desejos, confortos, desconfortos, limites duros (aqueles que não estão abertos a negociação) e limites suaves (aqueles que podem ser negociados).

Este diálogo deve ser contínuo e não uma discussão única, permitindo que esses limites possam ser reavaliados e ajustados à medida que a dinâmica do relacionamento muda.

Uma comunicação clara e honesta pode garantir uma experiência segura, consentida e prazerosa para todas as partes envolvidas.

Definindo o que é seguro e não seguro

Nesse mesmo raciocínio, a compreensão do que é seguro ou não ao praticar BDSM é essencial para assegurar a preservação da sanidade, consentimento e bem-estar físico de todos os envolvidos.

Seguro, neste contexto, significa concordar e estabelecer limites claros que garantam a integridade física e mental de cada participante, evitando ser forçado a participar de algo que se sinta desconfortável ou perigoso.

Por outro lado, não seguro refere-se a práticas que podem causar danos físicos, mentais ou emocionais, ou onde o consentimento não é garantido ou fica inconsistente.

Descaminhar de uma prática segura pode levar a situações potenciais de abuso e trauma, daí a importância da definição clara dos limites do que é seguro e não seguro no BDSM.

Aplicando limites e segurança na prática

Basicamente, seguir as técnicas que foram até então colocadas já é um meio de aplicar limites e segurança ao praticar BDSM, como o uso de safe words, o diálogo constante e o auto limite imposto.

Para além disso, outras práticas seguras incluem a checagem regular do bem-estar físico e emocional do parceiro submisso, respeitando as restrições acordadas e garantindo que toda ação contará com o consentimento explícito de ambas as partes.

Ainda, é fundamental utilizar ferramentas e objetos que proporcionam segurança no momento de prazer, bem como se equipar dos conhecimentos das técnicas de BDSM da forma correta.

Conselhos finais para BDSM seguro

Após tudo isso, vale lembrar que o BDSM não é apenas sobre dor e dominação, mas também sobre confiança e consentimento – é necessário aprender a explorar os limites de maneira responsável e segura, tendo claro que ‘não’ significa ‘não’.

Por isso, é imprescindível buscar informações profissionais, seja através de leituras, workshops, ou até orientação de profissionais da área, afinal, a falta de informação adequada pode levar a danos físicos e psicológicos tanto para si quanto para o parceiro.

Paralelamente, é preciso cultivar uma mentalidade aberta e positiva em relação ao sexo e as suas diferentes práticas. Uma educação sexual ativa fortalece a compreensão e respeito aos diferentes desejos, consensualidades e limites.

Uma mente aberta permite romper com tabus prejudiciais, que muitas vezes podem impedir as pessoas de explorarem suas sexualidades de maneira plena e segura.

O BDSM, quando praticado de maneira consensual e informada, pode ser uma experiência prazerosa e gratificante. Entender isso ajuda a criar um ambiente onde o prazer, o respeito e a segurança caminham juntos, com respeito e felicidade mútua.

Box do Amor: tenha o prazer que você merece!

Hoje você conheceu um pouco mais de uma das principais técnicas usadas na hora do sexo, a fim de que haja mais diversão, dinâmica e prazer em um momento tão especial.

Mas não para por aí. O BDSM é apenas uma das estratégias diferentes que podem ser aplicadas no sexo e, entender e ter acesso a novas ferramentas, objetos e informações, faz toda a diferença.

O Box do Amor tem o compromisso de meter fogo no seu relacionamento e nos momentos sexuais a todo momento, através de uma caixa misteriosa e cheia de segredos que levam ao puro prazer.

Venha conhecer nossos planos agora mesmo e tenha o prazer que você merece!

Maria Eduarda

Desde a infância, a escrita corre dentro de mim, e poder compartilhar minhas palavras com o mundo é minha maior missão. Sempre soube que meu futuro seria traçado pela arte da escrita, mas jamais imaginei construir uma carreira na escrita para blog. A menina sonhadora e entusiasmada que escrevia contos e poemas, hoje tem a oportunidade de propagar conhecimento e aprender mais a cada dia.